Explosão de sabor: muffins de laranja, azeite e mirtilo

Explosão de sabor: muffins de laranja, azeite e mirtilo

Todas as vezes que eu pego algum metido a besta do mundo gastronômico dizer “explosão de sabores”, eu fico de bode. Aliás, ficava, porque eu finalmente entendi o que isso quis dizer, com uma receita que fiz no fim de semana passado.

Toda segunda (agora aos domingos, por questões operacionais da família, rs) é dia de bolo em casa. João adora, eu também. Mas mesmo que eu tente diferenciar, acabo sempre caindo nas mesmas receitas.

No meu atual momento, pra ser viável, as receitas precisam ser práticas e baratas. Bolo, gosto dos que podem ser batidos à mão, evito sujar batedeira ou liquidificador. Pode até ter uma coberturinha, ou recheio, mas um ou outro. Os dois juntos, só se for ocasião especial.

Na semana passada, eu tava procurando uma receita de bolo diferente e cheguei numa de muffin com laranja, azeite e mirtilos. Muffin é um troço bom porque você faz a massa (na mão!), joga umas forminhas de papel dentro da assadeira com os buraquinhos e pá, tá feito.

Como eu tinha uns mirtilos congelados, resolvi fazer essa receita e… meu Deus! Igual eu disse lá no primeiro parágrafo, eu descobri o que é a tal da explosão dos sabores. O muffin ficou perfeito, bem úmido por dentro, com uns “lumps” (tipo uns caroços de massa), casquinha, e cada mordida num mirtilo era literalmente uma explosão.

Esse muffin me fez pensar na delícia que é comer, e se entregar pra comida, sentir as texturas, os “estouros”, entender como cada sabor se combina. E ver a química que é cozinhar acontecer ali na nossa frente, fruto do nosso trabalho…

Neste momento você deve estar achando que esse muffin leva alguma erva danada pra provocar essa filosofia toda, hahah. Na verdade, o segredo de um bom muffin é outro: não misturar demais.

Quando a gente bate muito a massa, o glúten da farinha se desenvolve, e ela fica mais compacta. Ela tem que ficar meio heterogênea mesmo, com cara de mal misturada. A fórmula que eu aprendi pra fazer muffin é mexer 10, no máximo 15 vezes, e botar pra assar do jeito que ficou.

Sem mais demora, vamos à receita, que é do Technicolor Kitchen. Não esqueçam de me contar se gostaram!

Muffins de laranja, mirtilo e azeite de oliva

Tempo: 15m preparo + 20m forno
Complexidade: 2/5
Custo: 3/5 (na época de mirtilos, que é mais ou menos a mesma dos morangos, fica mais barato)
Bom para: café da manhã e lanche

Veja aqui os critérios para classificação de receitas no blog.

Ingredientes:

¾ xícara de açúcar cristal
raspas da casca de 2 laranjas
1 ½ xícaras de farinha de trigo
2 colheres (chá) de fermento em pó
1/8 colher (chá) de sal
1 ovo grande, temperatura ambiente
½ xícara de leite integral, temperatura ambiente
1/3 xícara de azeite de oliva extra virgem
½ colher (chá) de extrato de baunilha
1 xícara de mirtilos, frescos ou congelados (se usar congelados, que costumam ser mais baratos, não descongele antes)

Como fazer:

Preaqueça o forno a 200°C. Forre com forminhas de papel 8 cavidades de uma forma de muffin ou cupcake ou empadinha. Se sobrar cavidade vazia, encha com água para equilibrar o peso.

Em uma tigela grande, misture o açúcar e as raspas de laranja e esfregue com as pontas dos dedos. Junte a farinha, o fermento e o sal e misture bem com um batedor de arame.

Em uma tigela média, misture bem com um batedor de arame o ovo, o leite, o azeite e a baunilha. Despeje sobre os ingredientes secos e misture levemente (conte 10x misturando).

Junte os mirtilos e misture mais 5x. Divida a massa entre as forminhas de papel e leve ao forno por cerca de 20 minutos ou até que os muffins cresçam e dourem. Deixe esfriar na forma sobre uma gradinha por 5 minutos, e então remova os muffins da forma com cuidado, transferindo-os para a gradinha. Deixe esfriar completamente ou sirva mornos.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *